Jacaré ou chacaré?

Fique atento. Trocas ortográficas constantes após o 3º ano podem ser sinal de uma dificuldade de aprendizagem chamada disortografia

Por Mariana de Viveiros

Disortografia x dislexia
A dislexia é um distúrbio na leitura que afeta a escrita, normalmente detectado na fase da alfabetização, enquanto a disortografia é um distúrbio auditivo. “Geralmente disléxicos são disortográficos, mas disortográficos não necessariamente são disléxicos”, explica Paula Furtado.


Tem gente que acha que cópia é um método tradicional demais, mas eu acredito que com essa atividade trabalha-se muita coisa, pois estimula a organização interna.
Paula Furtado

Como lidar com alunos disortográficos
Estimule a memória visual das crianças com cartazes de letras e números espalhados pela sala de aula. Mas tome cuidado com a poluição visual
Elogie o aluno quando ele escrever corretamente
Encaminhe a criança para um fonoaudiólogo ou psicopedagogo. “Para um tratamento eficiente é preciso que haja parceria entre o fonoaudiólogo/ psicopedagogo, os pais e a escola”, acredita Paula Furtado
Observe quais são as trocas mais comuns que seus alunos cometem e aplique jogos e brincadeiras para trabalhá-las. Veja a seguir algumas sugestões

Atividades
Elas foram sugeridas pela fonoaudióloga, mestre em Educação e escritora de livros paradidáticos e sobre inclusão educacional Márcia Honora e pela psicopedagoga Paula Furtado.

Ditado e ditado mudo
1. Pegue as principais dificuldades dos alunos e prepare um ditado. Por exemplo, se você tem alunos que trocam o c pelo g, dite primeiro só palavras com c e depois só palavras com g.
2.
É interessante também que a criança visualize as palavras. Então, escreva a palavra na lousa e dê um tempo para que a turma a observe. Em seguida apague-a e peça para as crianças escrevê-las no caderno.
Envelope surpresaMateriais:
Envelopes
Figuras que representem palavras que confundem as crianças
Letras móveis
Como fazer
1.
Cole uma figura em cada envelope (no lado onde se escreve o destinatário). Você pode desenhar as figuras, tirar xerox e pintá-las ou recortá-las de revistas.
2.
Tire xerox do quadro com as letras do alfabeto disponível na folha de moldes e recorte as letras.
3. Coloque dentro do envelope as letras correspondentes à figura escolhida.Como fazer
Entregue os envelopes aos alunos e peça para eles montarem as palavras correspondentes às figuras com as letras que estão dentro do envelope.
Dica!
No começo, coloque no envelope apenas as letras que a criança irá utilizar para “escrever” a palavra. Depois de algum tempo, coloque também letras que não serão utilizadas. Por exemplo, se a palavra é jacaré, coloque, além do j a c a r e, um x, um c e um i.

Leave a Reply